sábado, 31 de maio de 2014

Circuito de rua de Detroit, corrida 1.


          E hoje teremos corrida da Indy, a primeira da rodada dupla nas ruas de Detroit. O Pole Position será Hélio Castroneves da Penske Chevrolet. O segundo será James Hinchcliffe da Andretti Honda. O terceiro colocado é o novato que vem chamando a atenção de todos pelos ótimos desempenhos, Jack Hawksworth da Bryan Herta Honda.

          Mike Conway que reassume o carro # 20 da Ed Carpenter Chevrolet sai em 4º. Ryan Briscoe da Chip Ganassi Chevrolet em quinto. Fechando os seis primeiros que participaram do Fast Six está Juan Pablo Montoya da Penske Chevrolet cada vez mais readaptado à categoria.

            Ryan Hunter-Heay vencedor das 500 Milhas de Indianápolis e o atual líder do Campeonato vai largar lá atrás em 21º com sua Andretti Honda. Já Will Power com o terceiro carro da Penske largará em 16º. A largada da primeira corrida em Detroit está marcada para às 16:30hs, horário de Brasília. Será transmitida pela Bandsports, ou para quem conseguir um link.

Grid de largada:

01º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - CHEVROLET, 1:17.536
02º. # 27 - James Hinchcliffe (CAN) Andretti – HONDA, 1:17.978
03º. # 98 - Jack Hawksworth (ENG) Bryan Herta - HONDA, 1:18.073
04º. # 20 - Mike Conway (ENG) Ed Carpenter - CHEVROLET, 1:18.301
05º. # 8 - Ryan Briscoe (AUS) Chip Ganassi - CHEVROLET, 1:18.809
06º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - CHEVROLET, 1:19.729

07º. # 11 - Sébastien Bourdais (FRA) KV - CHEVROLET, 1:17.980
08º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - CHEVROLET, 1:18.020
09º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - HONDA, 1:18.035
10º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - CHEVROLET, 1:18.063
11º. # 34 - Carlos Muñoz (COL) Andretti - HONDA 1:18.145
12º. # 18 - Carlos Huertas (COL) Dale Coyne - HONDA, 1:18.477

13º. # 17 - Sebastian Saavedra (COL) KV - CHEVROLET, 1:18.362
14º. # 67 - Josef Newgarden (USA) Sarah Fischer Hartman - HONDA, 1:18.530
15º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - HONDA, 1:18.368
16º. # 12 - Will Power (AUS) Penske - CHEVROLET, 1:18.680
17º. # 77 - Simon Pagenaud (FRA) Schmidt Peterson - HONDA, 1:18.470
18º. # 25 - Marco Andretti (USA) Andretti - HONDA, 1:18.874
19º. # 19 - Justin Wilson (ENG) Dale Coyne - HONDA, 1:18.518
20º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - CHEVROLET, 1:19.117
21º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - HONDA, 1:19.829
22º. # 7 - Mikhail Aleshin (RUS) Schmidt Peterson - HONDA, 1:19.630

Fontes: http://www.grandepremio.com.br/

http://www.indycar.com/

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Frases do Paddock Soltas ao Vento... 3

“Você precisa ser um canalha se quiser vencer na Fórmula 1 de qualquer maneira. Me diga um [piloto] bonzinho que venceu, Alonso? Os nossos pilotos dão mais de 110% deles dentro da pista não usam nenhum truque para explodir o carro do seu rival”


Niki Lauda, Tricampeão e Presidente não-executivo da Mercedes-Benz.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Renovação do contrato de Nico Rosberg com a Mercedes-Benz.


          Para encerrar rumores sobre sua dupla de pilotos em 2015, a Mercedes-Benz que, literalmente, domina os Campeonatos de Pilotos e Construtores desse ano, anunciou semana passada a renovação de contrato do piloto alemão Nico Rosberg por mais duas temporadas, portanto, até o final de 2016.

           Dito isso, a Mercedes-Benz está fechada para o próximo ano, todavia, sabendo que o contrato de Lewis Hamilton só se encerra no final de 2015, e provavelmente, também será renovado, pois é intenção da Mercedes-Benz manter uma longa relação com seus pilotos. Apesar do atual confronto e da rivalidade entre ambos, é algo que está sendo acompanhado de perto e com atenção, pelos chefes e diretores da equipe sediada em Brackley.


Fonte: http://www.grandepremio.com.br/           

Frases do Paddock Soltas ao Vento... 2

“Somos todos diferentes. Às vezes, precisamos ajustar o modo como falamos com as pessoas para ficarmos na mesma frequência. Eu não vejo nenhum problema em lidar com Kimi. Pelo contrário: acho que é uma pessoa divertida para se trabalhar”.


Marco Mattiacci, Novo Chefe de Equipe da Ferrari.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Ryan Hunter-Reay vence as 500 Milhas de Indianápolis em 2014.


          Mais um vencedor inédito em Indianápolis, e o premiado da vez foi o estadunidense Ryan Hunter-Reay da Andretti-Honda que no ano passado já havia chegado ao pódio. Ryan que largou lá em 19º lugar, mas com uma tocada forte e um ótimo acerto, foi alçando posições até se estabilizar entre os cinco primeiros colocados. Desde 2006 um piloto da casa não vencia no Speedway de Indianápolis. O último foi Sam Hornish Jr pela Penske.

          Após a largada todos os pilotos passaram ilesos pela primeira volta. Durante a corrida, duas equipes tinham mais destaque e se colocavam como as favoritas à vitória. Andretti-Honda com cinco carros e a Penske-Chevrolet com três.

          Os pilotos da Andretti se valiam pelo ótimo acerto de seus carros, já a equipe de Roger Penske adotou táticas diferentes para seus pilotos, já que, contava com dois especialistas em Indianápolis. Hélio Castroneves e Juan Pablo Montoya, enquanto Hélio brigava no fronte, onde nunca deixou as cinco primeiras posições, Juan Pablo privilegiava uma tocada para economizar combustível, e sempre era o último a parar nos boxes para fazer as trocas de pneus e o reabastecimento. Já o Will Power, bem, era curinga da equipe!

         Às disputas por posições transcorriam normalmente, sem acidentes, e por 150 voltas não tivemos nenhuma bandeira amarela, por incrível que pareça. Mas aí, a primeira bandeira amarela foi acionada, na transmissão da corrida pela Bandeirantes, o comentarista Felipe Giaffone profetizou, “bandeira amarela, chama bandeira amarela”. A partir daí, a rapaziada criou gosto, a prudência de outrora desapareceu, e vários acidentes aconteceram até a bandeira vermelha apareceu.

         Na última relargada, após a bandeira vermelha, a disputa ficou monopolizada entre Ryan Hunter-Heay e Hélio Castroneves, coincidentemente, com carros amarelos, e foi um dos melhores duelos pela vitória dos últimos anos, barbarizaram nas últimas voltas, trocavam a liderança volta a volta, mas gana pela primeira vitória falou mais alto, Hunter-Heay reassumiu a liderança na volta 199 e conseguiu segurar Castroneves, e o piloto do carro # 28 levou merecidamente!



Resultado Final:

01. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA Andretti- Honda) 2:40:48.230. (200 voltas);
02. # 3 - Helio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet) + 0.060;
03. # 25 - Marco Andretti (USA/Andretti-Honda) + 0.317;
04. # 34 - Carlos Munoz (COL/Andretti-Honda) + 0.779;
05. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL/Penske-Chevrolet) + 1.323;

06. # 26 - Kurt Busch (USA/Andretti-Honda) + 2.266;
07. # 11 - Sebastien Bourdais (FRA/KV-Chevrolet) + 2.657;
08. # 12 - Will Power (AUS/Penske-Chevrolet) + 2.850;
09. # 22 - Sage Karam (USA/DDR Kingdom-Chevrolet) + 3.284;
10. # 21 - JR Hildebrand (USA/Ed Carpenter-Chevrolet) + 3.470;

11. # 16 - Oriol Servia (SPA/Rahal Letterman Lanigan-Honda) + 4.107;
12. # 77 - Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Peterson-Honda) + 4.567;
13. # 68 - Alex Tagliani (CAN/Sarah Fisher Hartman-Honda) + 7.617;
14. # 5 - Jacques Villeneuve (CAN/Schmidt Peterson-Honda) + 8.177;
15. # 17 - Sebastian Saavedra KV-Chevrolet) + 8.593;

16. # 33 - James Davison (AUS/KV-Chevrolet) + 9.104;
17. # 18 - Carlos Huertas (COL/Dale Coyne-Honda) + 12.154;
18. # 8 - Ryan Briscoe (AUS/Chip Ganassi-Chevrolet) + 13.314;
19. # 14 - Takuma Sato (JPN/AJ Foyt-Honda) + 13.795;
20. # 98 - Jack Hawksworth (ENG/Bryan Herta-Honda) + 13.839;

21. # 7 - Mikhail Aleshin (RUS/Schmidt Peterson-Honda) + 2 voltas;
22. # 19 - Justin Wilson (ENG/Dale Coyne-Honda) + 2 voltas;
23. # 41 - Martin Plowman (ENG/AJ Foyt-Honda) + 4 voltas;
24. # 63 - Pippa Mann (ENG/Dale Coyne-Honda) + 7 voltas;

Não Completaram:

25. # 6 - Townsend Bell (USA/KV-Chevrolet) + 10 voltas;
26. # 10 - Tony Kanaan (BRA/Chip Ganassi-Chevrolet) + 23 voltas;
27. # 20 - Ed Carpenter (USA/Ed Carpenter-Chevrolet) + 25 voltas;
28. # 27 - James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Honda) + 25 voltas;
29. # 9 - Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi-Chevrolet) + 33 voltas;
30. # 67 - Josef Newgarden (USA/Sarah Fisher Hartman-Honda) + 44 voltas;
31. # 83 - Charlie Kimball (USA/Chip Ganassi-Chevrolet) + 51 voltas;
32. # 91 - Buddy Lazier (USA/Lazier Partners-Chevrolet) + 113 voltas;
33. # 15 - Graham Rahal (USA/Rahal Letterman Lanigan-Honda + 156 voltas.

Fontes:
http://www.grandepremio.com.br/
http://www.indycar.com/

         

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Dados e Números de Pilotos, Construtores e Motores – (06/19).

PILOTOS

  • 59º Pódio de Lewis Hamilton;
  • 40ª Melhor Volta de Kimi Raikkonen;
  • 17º Pódio de Nico Rosberg;
  • 6ª Pole Position de Nico Rosberg;
  • 5ª Vitória de Nico Rosberg;
  • 2º Pódio de Daniel Ricciardo.



CONSTRUTORES

  • 230ª Melhor Volta da Equipe Ferrari;
  • 107º Pódio da Equipe Red Bull;
  • 42º Pódio da Equipe Mercedes-Benz;
  • 23ª Pole Position da Equipe Mercedes-Benz;
  • 19ª Vitória da Equipe Mercedes-Benz;
  • 10ª Dobradinha da Equipe Mercedes-Benz.


MOTORES

  • 441º Pódio do Motor Renault;
  • 291º pódio do Motor Mercedes-Benz;
  • 233ª Melhor Volta do Motor Ferrari;
  • 105ª Pole Position do Motor Mercedes-Benz;
  • 105ª Vitória do Motor Mercedes-Benz.



ALGUMAS CURIOSIDADES DE 2014

  • 6º Pódio consecutivo de Nico Rosberg;
  • 5ª Dobradinha consecutiva da Equipe Mercedes-Benz;
  • 2ª Vitória consecutiva de Nico Rosberg no GP de Mônaco;
  • 2º Pódio consecutivo de Daniel Ricciardo.



Fonte: http://statsf1.com/en/default.aspx

Classificação dos Campeonatos de Pilotos e Construtores da Fórmula 1 – (06/19).

PILOTOS:

01°. # 6 - Nico Rosberg (GER/Mercedes-Benz), 122 Pontos
02°. # 44 - Lewis Hamilton (ENG/Mercedes-Benz), 118
03°. # 14 - Fernando Alonso (SPA/Ferrari), 61
04°. # 3 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull Renault), 54
05°. # 27 - Nicolas Hulkenberg (GER/Force India Mercedes-Benz), 47
06°. # 1 - Sebastian Vettel (GER/Red Bull Renault), 45
07°. # 77 - Valtteri Bottas(FIN/Williams Mercedes-Benz), 34
08°. # 22 - Jenson Button (ENG/McLaren Mercedes-Benz), 31
09°. # 20 - Kevin Magnussen (DNK/McLaren Mercedes-Benz), 21
10°. # 11 - Sergio Perez(MEX/Force India Mercedes-Benz), 20
11º. # 19 - Felipe Massa (BRA/Williams Mercedes-Benz), 18
12º. # 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 17
13º. # 8 - Romain Grosjean (FRA/Lotus Renault), 08
14º. # 25 - Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso Renault), 04
15º. # 26 - Daniil Kviat (RUS/Toro Rosso Renault), 04
16º. # 17 - Jules Bianchi (FRA/Marussia Ferrari), 2
17º. # 9 - Marcus Ericsson (SWE/Caterham Renault), 0
18º. # 99 - Adrian Sutil (GER/Sauber Ferrari), 0
19º. # 21 - Esteban Gutierrez (MEX/Sauber Ferrari), 0
20º. # 4 - Max Chilton (ENG/Marussia Ferrari), 0
21º. # 10 - Kamui Kobayashi (JPN/Caterham Renault), 0
22º. # 13 - Pastor Maldonado (VEN/Lotus Renault), 0

CONSTRUTORES:

01º. Mercedes-Benz (GER), 240 Pontos
02º. Red Bull Renault (AUT), 99
03º. Ferrari (ITA), 78
04º. Force India Mercedes-Benz (IND), 67
05º. McLaren Mercedes-Benz (ENG), 52
06º. Williams Mercedes-Benz (ENG), 52
07º. Lotus Renault (ENG), 08
08º. Toro Rosso Renault (ITA), 08
09º. Marussia Ferrari (RUS), 2
10º. Sauber Ferrari (SWI), 0
11º. Caterham Renault (ENG), 0




Fonte: http://www.formula1.com/default.html

domingo, 25 de maio de 2014

Corrida: GP de Mônaco 2014...

            

            Nico Rosberg fez sua parte, conseguiu largar bem e assegurou a sua segunda vitória seguida nas ruas de Monte Carlo e de quebra reassumiu a liderança do campeonato. No acidentado GP de Mônaco deste ano, apenas 14 carros conseguiram terminar a prova, houve duas entradas do safety car, mas nada que impedisse uma nova dobradinha da Mercedes-Benz. Para a volta de apresentação Pastor Maldonado da Lotus não conseguiu sair e foi levado para os boxes e sequer largou. Com o carro de Maldonado fora, o grid lá atrás virou uma bagunça e alguns pilotos erraram o local de partida e foram punidos posteriormente.  

          Apesar da apreensão para a largada, depois das polêmicas do treino classificatório de ontem, a dupla da Mercedes passou ilesa pela primeira curva. Sebastian Vettel da Red Bull e Kimi Raikkonen da Ferrari largaram muito bem, e superaram seus companheiros de equipe. No decorrer da primeira volta um toque entre Sergio Perez da Force India e Jenson Button da McLaren, gerou a primeira entrada do safety car. Button seguiu na prova, já Perez levou a pior e abandonou!


         Na relargada tudo seguia tranquilo até o carro de Sebastian Vettel, que vinha em terceiro, apresentar novos problemas na unidade de força, perder potência e se arrastar pela pista para depois abandonar mais uma corrida. Kimi Raikkonen que tinha herdado a posição de Vettel fazia uma boa corrida, mas começou a perder rendimento e já era pressionado pela outra Red Bull de Daniel Ricciardo.

          Nesse momento, Adrian Sutil da Sauber que vinha do final do pelotão, era um dos destaques da corrida, fazendo várias ultrapassagens e repetindo a boa apresentação do ano passado, mas na volta 26 após sair do túnel, errou o ponto de freada, perdeu o controle do carro, e assim, foi pedaço de Sauber para tudo que foi lado, gerando a segunda entrada do safety car. Todos para os boxes, a dupla da Mercedes manteve as posições. A Toro Rosso liberou Jean-Eric Vergne de forma abrupta e ele quase acerta a McLaren de Kevin Magnussen.

           Kimi Raikkonen conseguiu voltar em terceiro, mas teve um pneu furado pela Marussia de Max Chilton, e foi obrigado a voltar para aos pits. Posteriormente, conseguiu voltar à zona de pontuação, até encontrar e se estranhar com Kevin Magnussen, quebrou a asa dianteira de sua Ferrari e voltou ao pit lane, trocou o bico e colocou pneus novos para fazer a melhor volta da corrida, uma de suas especialidades. E não era o dia da Sauber, Esteban Gutierrez que fazia uma boa corrida, estava na zona dos pontos, mas errou deu um toque no muro que foi o suficiente para quebrar a suspensão traseira.

          Felipe Massa, apesar dos pesares, levou sua Williams até a sétima posição. O constante Nico Hulkenberg chegou ao quinto lugar com sua Force India. A McLaren finalmente voltou a pontuar com os dois pilotos; Button em sexto e Magnussen em décimo. Romain Grosjean da Lotus repetiu o oitavo lugar da Espanha.

           Fernando Alonso da Ferrari finalizou em 4º. Daniel Ricciardo que ainda pressionou Lewis Hamilton no fim, o inglês que sofria com um “cisco” no olho, o que tirava um pouco da sua concentração. Ricciardo não conseguiu a ultrapassagem, mas o pódio já estava garantido, depois de ter perdido posições na largada! O destaque, a surpresa e a festa foram para Marussia! Finalmente uma das equipes que estrearam em 2010 conseguiu pontuar. Jules Bianchi foi autor da proeza com o nono lugar em Mônaco. O francês cruzou a linha de chegada em oitavo, mas foi punido com 5 segundos acrescidos no seu tempo final. Nada que estrague a festa da batalhadora equipe Russa.


           Com a relação estremecida, Rosberg e Hamilton não se falaram após a corrida e muito menos no pódio. Durante a transmissão da corrida, pudemos acompanhar os rádios dos pilotos, enquanto Rosberg discutia o seu consumo de combustível, Lewis, que gosta de um drama, contestava energicamente a sua estratégia. Bem, conforme lembrado na transmissão da Rede Globo, por Reginaldo Leme, foi justamente em Mônaco em 2007 que começou a guerra entre Alonso e Hamilton que na época, eram pilotos da McLaren, guerra essa, iniciada por Lewis Hamilton que julgou ter sido prejudicado na corrida. Ao que parece, a história irá se repetir na Equipe Alemã...

Resultado Final:

01º.  # 6 - Nico Rosberg (GER/Mercedes-Benz) 1h 49m 27.661s (78 voltas);
02º.  # 44 - Lewis Hamilton (ENG/Mercedes-Benz) +9.210;
03º.  # 3 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull Renault) +9.614;
04º.  # 14 - Fernando Alonso (SPA/Ferrari) +32.452;
05º.  # 27 - Nico Hulkenberg (GER/Force India Mercedes-Benz) +1 volta;
06º.  # 22 - Jenson Button (ENG/McLaren Mercedes-Benz) +1 volta;
07º.  # 19 - Felipe Massa (BRA/Williams Mercedes-Benz) +1 volta;
08º.  # 8 - Romain Grosjean (FRA/Lotus Renault) +1 volta;
09º.  # 17 - Jules Bianchi  (FRA/Marussia Ferrari) +1 volta;
10º.  # 20 - Kevin Magnussen (DNK/McLaren Mercedes-Benz) +1 volta.

Não Pontuaram:

11º.  # 9 - Marcus Ericsson (SWE/Caterham Renault) +1 volta;
12º.  # 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) +1 volta;
13º.  # 10 - Kamui Kobayashi (JPN/Caterham Renault) +3 voltas;
14º.  # 4 - Max Chilton (ENG/Marussia Ferrari) +3 voltas;

Não Concluíram:

15º. # 21 - Esteban Gutierrez (MEX/Sauber Ferrari) 59 voltas;
16º. # 77 - Valtteri Bottas (FIN/Williams Mercedes-Benz) 55 voltas;
17º. # 25 - Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso Renault) 50 voltas;
18º. # 99 - Adrian Sutil (GER/Sauber Ferrari) 23 voltas;
19º. # 26 - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso Renault) 10 voltas;
20º. # 1 - Sebastian Vettel (GER/Red Bull Renault) 5 voltas.

Não Completaram Volta:

21º. # 11 - Sergio Perez (MEX/Force India Mercedes-Benz);
22º. # 13 - Pastor Maldonado (VEN/Lotus Renault).

Melhor Volta:

# 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1:18.479 (volta 75).


 Fonte: http://www.grandepremio.com.br/           

sábado, 24 de maio de 2014

Classificação: GP de Mônaco 2014...

           

           Mercedes-Benz de novo! Nico Rosberg conseguiu a Pole Position em Mônaco, apesar de um erro na sua última tentativa, que, de certa forma, também acabou atrapalhando a execução da última volta rápida de seu companheiro de equipe e líder do campeonato Lewis Hamilton, devido à bandeira amarela no local, o inglês foi obrigado a diminuir a velocidade.

          Creio que o erro de Nico não foi proposital, para ter vantagem, visto que, o piloto alemão não tem um histórico com polêmicas ou de má conduta, mas os comissários da FIA abriram uma investigação sobre o caso. Foram analisadas as imagens em vídeo e os dados da telemetria da Mercedes-Benz e da FIA, todavia, não encontraram evidências para punir Rosberg.

          Mesmo sem a intenção de tirar vantagem do ocorrido, Nico Rosberg ganhou pontos na guerra psicológica com Lewis Hamilton. O inglês acusou o golpe, ficou visivelmente incomodado com o fato e o clima na Equipe Mercedes-Benz começa a ficar pesado. Bem, resta a Rosberg largar bem, algo que vem dificultando sua vida até aqui, pois pode ter certeza que Hamilton vem com tudo quando as luzes vermelhas se apagarem amanhã. A chance dos dois se tocarem na largada é grande!

         A Red Bull pelo menos nas ruas do principado, já andou mais próxima da Mercedes-Benz e ficou com a segunda fila com Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel, respectivamente. Os carros da Ferrari logo em seguida. Destaque para a Toro Rosso que conseguiu chegar ao Q3 com seus dois pilotos. Fechando o Q3 Kevin Magnussen em oitavo e Sergio Perez em décimo.


         A Williams não foi bem, com Valtteri Bottas apenas em 13º e com Felipe Massa abalroado pela Caterham de Marcus Ericsson e não pôde participar do Q2 e larga em 16º. Jenson Button vinha bem para ir ao Q3, mas foi outro prejudicado na sua última volta rápida na consequente bandeira amarela provocada pela saída de Nico Rosberg. Caterham, Marussia e Sauber fecham o grid. 

Fonte: http://www.grandepremio.com.br/

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Frases do Paddock Soltas ao Vento... 1

“Alonso é provavelmente o melhor piloto no grid da Fórmula 1, ele sempre demonstrou isso, mesmo correndo com carros pouco competitivos.”
     
  Dieter Zetsche, Presidente da Mercedes-Benz.


Fonte: http://f1team.leiaja.com/

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Ed Carpenter é novamente Pole Position nas 500 Milhas de Indianápolis.

          

          Reprise, o piloto estadunidense Ed Carpenter, repetiu o feito do ano passado, e conquistou a Pole Position das 500 Milhas de Indianápolis em 2014. Carpenter que tem sua própria equipe, e que nessa temporada só irá pilotar nos circuitos ovais, pois divide o carro # 20 com o inglês Mike Conway que corre apenas nos circuitos mistos e de rua, e até já venceu esse ano. Ed, vai em busca da primeira vitória no lendário circuito.

          Para essa edição, a de nº 98, somente 33 pilotos se inscreveram, portanto, nenhum ficou de fora. Serão 15 carros com Motor Chevrolet e 18 com Motor Honda. Entre os pilotos as novidades são o Kurt Busch que corre na Nascar e fará sua estreia na Indy pela Andretti e o canadense Jacques Villeneuve, vencedor em 1995, e que atualmente participa do campeonato de Rallycross, fará sua reestreia pela Schmidt Peterson.

          Outro grande destaque é o colombiano Juan Pablo Montoya, vencedor em 2000, que retornou à categoria esse ano para a temporada completa pela Penske. Outros vencedores que tentarão um novo triunfo em 2014 são Buddy Lazier (1996), Hélio Castroneves (2001, 2002 e 2009), Scott Dixon (2008), e Tony Kanaan (2013). A corrida está marcada para o próximo domingo, dia 25/05 às 13 horas (Horário de Brasília).



Grid de Largada:

01º. # 20 - Ed Carpenter (USA) Ed Carpenter - CHEVROLET, 2:35.799
02º. # 27 - James Hinchcliffe (CAN) Andretti - HONDA, 2:35.952
03º. # 12 - Will Power (AUS) Penske - CHEVROLET, 2:36.048

04º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - CHEVROLET, 2:36.081
05º. # 77 - Simon Pagenaud (FRA) Schmidt Peterson - HONDA, 2:36.104
06º. # 25 - Marco Andretti (USA) Andretti - HONDA, 2:36.152

07º. # 34 - Carlos Muñoz (COL) Andretti - HONDA, 2:36.422
08º. # 67 - Josef Newgarden (USA) Fischer Hartman - HONDA , 2:36.594
09º. # 21 - JR Hildebrand (USA) Ed Carpenter - CHEVROLET, 2:37.393

10º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - CHEVROLET, 2:35.839
11º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - CHEVROLET, 2:35.893
12º. # 26 - Kurt Busch (USA) Andretti - HONDA, 2:35.991 _ R

13º. # 98 - Jack Hawksworth (ENG) Bryan Herta - HONDA, 2:36.177 _ R
14º. # 19 - Justin Wilson (ENG) Dale Coyne - HONDA, 2:36.348
15º. # 7 - Mikhail Aleshin (RUS) Schmidt Peterson - HONDA, 2:36.488 _ R

16º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - CHEVROLET, 2:36.575
17º. # 11 - Sébastien Bourdais (FRA) KV - CHEVROLET, 2:36.625
18º. # 16 - Oriol Servià (SPA) RLL - HONDA, 2:36.690

19º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - HONDA, 2:36.713
20º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - HONDA, 2:36.775
21º. # 18 - Carlos Huertas (COL) Dale Coyne - HONDA, 2:37.032 _ R

22º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - HONDA, 2:37.047
23º. # 63 - Pippa Mann (ENG) Dale Coyne - HONDA, 2:37.052
24º. # 68 - Alex Tagliani (CAN) Fischer Hartman - HONDA, 2:37.103

25º. # 6 - Townsend Bell (USA) KV - CHEVROLET, 2:37.199
26º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - CHEVROLET, 2:37.237
27º. # 5 - Jacques Villeneuve (CAN) Schmidt Peterson - HONDA, 2:37.240

28º. # 33 - James Davison (AUS) KV - CHEVROLET, 2:37.297 _ R
29º. # 41 - Martin Plowman (ENG) AJ Foyt - HONDA, 2:37.333 _ R
30º. # 8 - Ryan Briscoe (AUS) Chip Ganassi - CHEVROLET, 2:37.402

31º. # 22 - Sage Karam (USA) DDR Kingdom - CHEVROLET, 2:37.593 _ R
32º. # 17 - Sebastian Saavedra (COL) KV - CHEVROLET, 2:37.833
33º. # 91 - Buddy Lazier (USA) Lazier Partners - CHEVROLET, 2:37.950

Fontes: http://www.grandepremio.com.br/
http://www.indycar.com/

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Ao Atual Líder da Fórmula 1



          Um tributo ao atual Líder do Campeonato, Lewis Hamilton!

O Teste da Trombeta...

          
          A Mercedes-Benz está tão tranquila e confortável no Campeonato Mundial de Fórmula 1 que foi a única fabricante de motores que se deu ao trabalho de testar uma engenhoca no escamento de seus carros nos testes coletivos que ocorrem no Circuito de Barcelona, na Espanha.

          Apelidado com os mais variados nomes, esse escapamento lembra uma “trombeta”, como se já não bastasse os bicos extravagantes que temos visto na atual temporada, ainda aparecem com isso. Com o teste do protótipo de escape a Mercedes-Benz buscava uma forma de aumentar o barulho; o ronco dos seus novos motores V6 Turbo, devido às exageradas críticas. O resultado, ao que parece, não alterou muita coisa e o mesmo deve ser descartado em breve.


          Em minha opinião, essa preocupação com o som dos novos motores é supérflua. Logo, logo todo mundo acostuma...

Fonte: http://www.grandepremio.com.br/

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Dados e Números de Pilotos, Construtores e Motores – (05/19).

PILOTOS

  • ·         58º Pódio de Lewis Hamilton;
  • ·         35ª Pole Position de Lewis Hamilton;
  • ·         26ª Vitória de Lewis Hamilton;
  • ·         23ª Melhor Volta de Sebastian Vettel;
  • ·         16º Pódio de Nico Rosberg;
  • ·         1º Pódio de Daniel Ricciardo.


CONSTRUTORES

  • ·         106º Pódio da Equipe Red Bull;
  • ·         42ª Melhor Volta da Equipe Red Bull;
  • ·         40º Pódio da Equipe Mercedes-Benz;
  • ·         22ª Pole Position da Equipe Mercedes-Benz;
  • ·         18ª Vitória da Equipe Mercedes-Benz;
  • ·         9ª Dobradinha da Equipe Mercedes-Benz.


MOTORES

  • ·         440º Pódio do Motor Renault;
  • ·         289º pódio do Motor Mercedes-Benz;
  • ·         166ª Melhor Volta do Motor Renault;
  • ·         104ª Pole Position do Motor Mercedes-Benz;
  • ·         104ª Vitória do Motor Mercedes-Benz.


ALGUMAS CURIOSIDADES DE 2014

  • ·         8 Pilotos já subiram ao pódio;
  • ·         5º Pódio consecutivo de Nico Rosberg;
  • ·         4ª Vitória consecutiva de Lewis Hamilton;
  • ·         4ª Dobradinha consecutiva da Equipe Mercedes-Benz;
  • ·         1ª Vitória de Lewis Hamilton no GP da Espanha.



Fonte: http://statsf1.com/en/default.aspx