terça-feira, 28 de abril de 2015

Classificação do Campeonato IndyCar Series após a 4ª etapa de 2015.

Vencedor do Alabama.

01º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - Chevrolet, 136 Pontos; (=) Posição
02º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - Chevrolet, 133; (=)
03º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - Chevrolet, 123; (+1)
04º. # 67 - Josef Newgarden (USA) CFH - Chevrolet, 119; (+5)
05º. # 1 - Will Power (AUS) Penske - Chevrolet, 112; (+1)
06º. # 5 - James Hinchcliffe (CAN) Schmidt Peterson - Honda, 110; (-1)
07º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - Chevrolet, 110; (-4)
08º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - Honda, 103; (+2)
09º. # 22 - Simon Pagenaud (FRA) Penske - Chevrolet, 96; (-2)
10º. # 11 - Sebastien Bourdais (FRA) KV - Chevrolet, 91; (-2)
11º. # 26 - Carlos Muñoz (COL) Andretti – Honda, 84; (+1)
12º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - Honda, 81; (+2)
13º. # 27 - Marco Andretti (USA) Andretti - Honda, 81; (-2)
14º. # 20 - Luca Filippi (ITA) CFH - Chevrolet, 69; (+1)
15º. # 7 - James Jakes (ENG) Schmidt Peterson - Honda, 62; (-2)
16º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 58; (+3)
17º. # 41 - Jack Hawksworth (ENG) AJ Foyt - Honda, 57; (-1)
18º. # 98 - Gabby Chaves (COL) Bryan Herta - Honda, 56; (=)
19º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - Honda, 50; (+1)
20º. # 25 - Simona de Silvestro (SWI) Andretti – Honda, 44; (-3)
21º. # 4 - Stefano Coletti (MCO) KV - Chevrolet, 41; (=)
22º. # 8 - Sage Karam (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 35; (=)
23º. # 19 - Francesco Dracone (ITA) Dale Coyne - Honda, 30; (+)
24º. # 18 - Carlos Huertas (COL) Dale Coyne - Honda, 20; (=)
25º. # 8 - Sebastian Saavedra (COL) Chip Ganassi - Chevrolet, 20 (=)
26º. # 18 - Conor Daly (USA) Dale Coyne - Honda, 13 (=)
27º. # 18 - Roldofo Gonzalez (VEN) Dale Coyne - Honda, 10

Fonte:
http://www.indycar.com/

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Corrida: GP do Alabama 2015. A primeira de Newgarden!


         Nem Penske e nem Chip Ganassi os grandes destaques da corrida no circuito do Alabama foram Josef Newgarden e Graham Rahal das equipes CFH e RLL, respectivamente. Logo após a largada Josef Newgarden executou uma bela manobra de ultrapassagem sobre Will Power. Graham que largava um pouco atrás, também ganhou uma posição. Josef seguia de perto Hélio Castroneves que havia largado na Pole Position.



         Sem as habituais bandeiras amarelas, os pilotos foram para os boxes realizar a primeira troca de pneus e reabastecimento. Hélio e Newgarden entraram juntos, mas um pequeno atraso no trabalho da equipe Penske no carro # 3, Josef conseguiu sair na frente. Logo depois eis que Will Power resolveu aprontar. Após seu pit stop o piloto australiano da Penske saiu dos boxes de maneira imprudente, como se, só ele estivesse correndo na pista e acertou em cheio o carro de Sato-San, fazendo o piloto japonês rodar. Power também aproveitou a lambança e foi passear na brita. Resultado; primeira bandeira amarela da prova e mais uma punição para Will.

        Na relargada Josef manteve a liderança, e Graham Rahal já aparecia no terceiro lugar batalhando com James Hinchcliffe. Na segunda parada nos boxes, foi a vez da CFH ter problemas em liberar o piloto do carro # 67, e assim, Hélio retornou à liderança. Entretanto, na segunda relargada Newgarden recuperou a posição em cima do brasileiro. No pelotão intermediário houve vários toques entre os pilotos, mas sem maiores consequências. Todavia, Montoya e Kimball chegaram a trocar acusações após a prova.  



         A corrida já se encaminhava para o seu final com Josef na liderança. Scott Dixon surgia no segundo lugar e Castroneves logo depois. Faltando 20 voltas para o final, Rahal fez sua última parada e colocou pneus novos. Ao contrário dos outros pilotos, Rahal não teve a preocupação de poupar gasolina e voou baixo nas últimas voltas, enfileirando ultrapassagens. Passou Hélio Castroneves, e foi a caça de Scott Dixon. Na última volta o piloto da RLL passou o Dixon. Sem tempo para chegar em Newgarden, o show de Rahal chegou ao fim. Primeira vitória de Josef Newgarden da IndyCar e também a primeira vitória de sua equipe, a CFH.



          Hélio Castroneves teve que para na última para reabastecer, e finalizou a corrida em 15º lugar. Com isso Juan Pablo Montoya manteve a liderança do campeonato.



Resultado Final:

01º. # 67 - Josef Newgarden (USA) CFH - Chevrolet, 90 voltas
02º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - Honda, 90
03º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - Chevrolet, 90
04º. # 1 - Will Power (AUS) Penske - Chevrolet, 90
05º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - Honda, 90 
06º. # 26 - Carlos Muñoz (COL) Andretti – Honda, 90
07º. # 5 - James Hinchcliffe (CAN) Schmidt Peterson - Honda, 90
08º. # 11 - Sebastien Bourdais (FRA) KV - Chevrolet, 90
09º. # 22 - Simon Pagenaud (FRA) Penske - Chevrolet, 90
10º. # 27 - Marco Andretti (USA) Andretti - Honda, 90
11º. # 20 - Luca Filippi (ITA) CFH - Chevrolet, 90
12º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 90
13º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - Chevrolet, 90
14º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - Chevrolet, 90
15º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - Chevrolet, 90
16º. # 98 - Gabby Chaves (COL) Bryan Herta - Honda, 90
17º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - Honda, 90
18º. # 8 - Sage Karam (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 90
19º. # 4 - Stefano Coletti (MCO) KV - Chevrolet, 90
20º. # 18 - Rodolfo Gonzalez (VEN) Dale Coyne - Honda, 90
21º. # 41 - Jack Hawksworth (ENG) AJ Foyt - Honda, 90
22º. # 7 - James Jakes (ENG) Schmidt Peterson - Honda, 89
23º. # 19 - Francesco Dracone (ITA) Dale Coyne - Honda, 89


Fontes:
http://www.indycar.com/
http://grandepremio.uol.com.br/indy   

sábado, 25 de abril de 2015

Classificação: GP do Alabama 2015. Domínio da Chevrolet!


         E o dançarino Hélio Castroneves ataca novamente! O piloto do carro # 3 da Penske marcou a Pole Position para o GP do Alabama, a segunda consecutiva na temporada. Assim a Penske segue com 100% de aproveitamento nos treinos classificatórios em 2015. No segundo lugar sai o atual campeão da categoria Will Power, seguido por Simon Pagenaud. O domínio da Penske no Alabama só não foi maior porque Juan Pablo Montoya, líder do campeonato, destoou e largará apenas no 15ª lugar!



         A etapa do Alabama é patrocinada pela Honda, mas conforme as posições de largada, a Chevrolet não quis nem saber disso. Além da Penske a equipe Chip Ganassi com Scott Dixon e Tony Kanaan também participaram do Fast Six. O primeiro piloto equipado com o motor japonês é Grahan Rahal com o oitavo tempo. Também tivemos mais mudanças nos cockpits. O venezuelano Rodolfo Rodrigues fará sua estreia pela a equipe Dale Coyne. Há o revezamento do carro # 8 da equipe Chip Ganassi, para essa corrida no autódromo da cidade de Birmingham, Sage Karam reassume. O GP do Alabama está previsto para começar às 16:30hs (Horário de Brasília).



Grid de largada:

01º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - Chevrolet, 1:07.193
02º. # 1 - Will Power (AUS) Penske - Chevrolet, 1:07.383 +0.190
03º. # 22 - Simon Pagenaud (FRA) Penske - Chevrolet, 1:07.638 +0.445
04º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - Chevrolet, 1:07.694  +0.501
05º. # 67 - Josef Newgarden (USA) CFH - Chevrolet, 1:07.892 +0.699
06º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - Chevrolet, 1:07.943 +0.750

07º. # 11 - Sebastien Bourdais (FRA) KV - Chevrolet, 1:07.246 +0.053
08º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - Honda, 1:07.390 +0.197
09º. # 20 - Luca Filippi (ITA) CFH - Chevrolet, 1:07.630 +0.437
10º. # 5 - James Hinchcliffe (CAN) Schmidt Peterson - Honda, 1:07.663 +0.470
11º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 1:07.841 +0.648
12º. # 8 - Sage Karam (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 1:07.893 +0.700

13º. # 27 - Marco Andretti (USA) Andretti - Honda, 1:07.630 +0.437 
14º. # 7 - James Jakes (ENG) Schmidt Peterson - Honda, 1:07.967 +0.774
15º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - Chevrolet, 1:07.724 +0.531
16º. # 4 - Stefano Coletti (MCO) KV - Chevrolet, 1:07.995 +0.802
17º. # 98 - Gabby Chaves (COL) Bryan Herta - Honda, 1:07.819 +0.626
18º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - Honda, 1:07.998 +0.805
19º. # 41 - Jack Hawksworth (ENG) AJ Foyt - Honda, 1:08.008 +0.815
20º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - Honda, 1:08.254  +1.061
21º. # 18 - Rodolfo Gonzalez (VEN) Dale Coyne - Honda, 1:08.526 +1.333
22º. # 26 - Carlos Muñoz (COL) Andretti – Honda, 1:08.353 +1.160
23º. # 19 - Francesco Dracone (ITA) Dale Coyne - Honda, 1:10.113 +2.920


Fontes:
http://www.indycar.com/
http://grandepremio.uol.com.br/indy

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Estatísticas, Dados e Números de Pilotos, Construtores e Motores da Fórmula 1 - 2015 _ (04/19).


PILOTOS:

  • 78º Pódio de Kimi Raikkonen;
  • 74º Pódio de Lewis Hamilton;
  • 42ª Pole Position de Lewis Hamilton;
  • 41ª Melhor Volta de Kimi Raikkonen;  
  • 36ª Vitória de Lewis Hamilton;  
  • 30º Pódio de Nico Rosberg.      


  
CONSTRUTORES:

  • 684º Pódio da Equipe Ferrari;
  • 231ª Melhor Volta da Equipe Ferrari;
  • 71º Pódio da Equipe Mercedes-Benz;  
  • 39ª Pole Position da Equipe Mercedes-Benz;
  • 32ª Vitória da Equipe Mercedes-Benz.



MOTORES:

  • 690º Pódio do Motor Ferrari;
  • 328º Pódio do Motor Mercedes-Benz;
  • 234ª Melhor Volta do Motor Ferrari;
  • 122ª Pole Position do Motor Mercedes-Benz;
  • 118ª Vitória do Motor Mercedes-Benz.



Fonte: 
http://statsf1.com/en/default.aspx

Classificação dos Campeonatos de Pilotos, Construtores e Motores da Fórmula 1 - 2015 _ (04/19).



PILOTOS:

01°. # 44 - Lewis Hamilton (ENG/Mercedes-Benz), 93 Pontos; (=) Posição
02°. # 6 - Nico Rosberg (GER/Mercedes-Benz), 66; (+1)
03°. # 5 - Sebastian Vettel (GER/Ferrari), 65; (-1)
04°. # 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 42; (+1)
05°. # 19 - Felipe Massa (BRA/Williams Mercedes-Benz), 31; (-1)
06°. # 77 - Valtteri Bottas (FIN/Williams Mercedes-Benz), 30; (=)
07°. # 3 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull Renault), 19; (+1)
08°. # 12 - Felipe Nasr (BRA/Sauber Ferrari), 14; (-1)
09°. # 8 - Romain Grosjean (FRA/Lotus Mercedes-Benz), 12; (=)
10°. # 27 - Nicolas Hulkenberg (GER/Force India Mercedes-Benz), 6; (=)
11º. # 33 - Max Verstappen (NED/Toro Rosso Renault), 6; (=)
12º. # 55 - Carlos Sainz Júnior (SPA/Toro Rosso Renault), 6; (=)
13º. # 11 - Sergio Perez(MEX/Force India Mercedes-Benz), 5; (+2)
14º. # 9 - Marcus Ericsson (SWE/Sauber Ferrari), 5; (-1)
15º. # 26 - Daniil Kvyat (RUS/Red Bull Renault), 4; (-1)
16º. # 14 - Fernando Alonso (SPA/McLaren Honda), 0; (+1)
17º. # 22 - Jenson Button (ENG/McLaren Honda), 0; (-1)
18º. # 98 - Roberto Merhi (SPA/Manor Ferrari), 0; (=)
19º. # 28 - Will Stevens (ENG/Manor Ferrari), 0; (=)
20º. # 13 - Pastor Maldonado (VEN/Lotus Mercedes-Benz), 0; (=)

CONSTRUTORES:

01º. Mercedes-Benz (GER), 159 Pontos; (=) Posição
02º. Ferrari (ITA), 107; (=)
03º. Williams Mercedes-Benz (ENG), 61; (=)
04º. Red Bull Renault (AUT), 23; (+1)
05º. Sauber Ferrari (SWI), 19; (-1)
06º. Lotus Mercedes-Benz (ENG), 12; (+2)
07º. Toro Rosso Renault (ITA), 12; (-1)
08º. Force India Mercedes-Benz (IND), 11; (-1)
09º. McLaren Honda (ENG), 0; (-1)
10º. Manor Ferrari (ENG), 0; (=)

MOTORES [EXTRA]:

01º. Mercedes-Benz (GER), 243 Pontos; (=) Posição
02º. Ferrari (ITA), 126; (=)
03º. Renault (FRA), 35; (=)
04º. Honda (JPN), 0; (=)

Fonte:

http://www.formula1.com/content/fom-website/en.html

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Corrida: GP do Bahrein 2015...


          A corrida no deserto não foi tão boa como no ano passado, mas mesmo assim, foi a melhor corrida de 2015. O circuito todo iluminado e decorado, realmente é muito bonito. Novamente não tivemos o grid completo, pois Jenson Button da McLaren teve vários problemas em todo fim de semana em Sakhir e a equipe não conseguiu resolver. Uma pena, pois Button completaria 100 largadas pela McLaren no Bahrein. Ficou para o GP da Espanha, talvez o inglês comemore isso junto com os primeiros pontos da McLaren Honda nessa temporada.



          No Bahrein também tivemos mais um show de faíscas saindo dos carros, com a corrida noturna, isso ficou mais evidente. Pois é, os carros da categoria tem uma placa de titânio no assoalho para gerar esse efeito espetaculoso, isso era muito comum na Fórmula 1 nos anos 80 e início dos 90, mas que agora, é apenas, mais uma invenção artificial, dito para melhorar o espetáculo e atrair mais público.   

Mercedes-Benz: A equipe alemã resolveu correr o risco e mexeu no acerto do carro. Com esse acerto os engenheiros do time sacrificaram os freios traseiros eletrônicos, pois diminuíram sua refrigeração. Entretanto, valeu a pena com mais uma vitória maiúscula de Lewis Hamilton, mas a equipe acabou abdicando de mais uma dobradinha. Nico Rosberg esteve mais aguerrido. Após cair para o quarto lugar na largada, o piloto alemão foi com tudo para cima das Ferraris. Passou Raikkonen e Vettel com bonitas manobras. Contudo, Sebastian Vettel sempre parava primeiro nos boxes e ganhava tempo com os pneus novos, e sempre conseguia voltar na sua frente, e novamente Nico partia para briga e passava Vettel. No fim os carros prateados apresentaram problemas nos freios traseiros, e Rosberg não conseguiu segurar o segundo lugar,e assim vai vendo Lewis abrir larga vantagem.   



Red Bull Renault: A equipe austríaca vai se virando com o que tem, esperando uma melhora dos motores Renault e a evolução de seu chassi. Em Sakhir os dois pilotos do time conseguiram pontuar. Daniil Kvyat que havia ficado no Q2 no treino classificatório fez uma boa prova de recuperação, e chegou aos pontos. Daniel Ricciardo não podia esperar algo melhor que o sétimo lugar, mas com o problema de Massa na largada, o sexto caiu bem. Entretanto, seu motor estourou na reta durante a bandeirada.

Williams Mercedes-Benz: A equipe inglesa não consegue entrar na briga de Mercedes e Ferrari, mas ainda não é ameaçada por ninguém. Plenamente recuperado da dor nas costas, Valtteri Bottas mostrou no Bahrein sua força. Largou pela primeira vez no ano na frente do companheiro. Na corrida seguiu em bom ritmo para mais um quinto lugar, todavia, houve o problema na asa de Vettel. O alemão bem que tentou se recuperar e Bottas de defendeu bem, garantindo seu melhor resultado no ano. O carro de Felipe Massa apagou no grid de largada por um problema no sensor de combustível. Largando boxes o piloto brasileiro fez uma corrida de recuperação, mas encontrou alguns percalços pelo caminho, fez ultrapassagens, mas levou outra, No fim conseguiu um ponto suado!

Ferrari: Os italianos andam numa euforia só, menos Raikkonen que não é disso! Sebastian Vettel conseguiu se colocar entre as Mercedes no treino classificatório e teve um bom duelo com Nico Rosberg durante a corrida, mas sendo ultrapassado sempre. Vettel abusou um pouco, cometeu alguns erros. Danificou sua asa dianteira e por isso teve que fazer uma parada extra. Voltou atrás de Bottas e mesmo com o carro mais equilibrado, não conseguiu superar o carro da Williams. Kimi anda largando bem agora e ganhou a posição de Rosberg. Entretanto, foi superado pelo alemão logo depois. O finlandês fez uma prova consistente, equilibrada e tenaz. Segurou-se na pista como pôde com os pneus médios bem desgastados, seguindo a estratégia da equipe. Quando parou pela última vez e calçou os pneus macios, voltou para pista voando baixo, desmanchou a diferença de 18 segundos para Rosberg, e se aproveitou dos problemas de freio de Nico, passou e foi à caça de Hamilton, mas a corrida acabou...  



McLaren Honda: Muitos andam duvidando dessa parceria, mas evolução é clara. Fernando Alonso foi pela primeira vez ao Q2 e largou de um honesto 14º lugar. Na corrida fez mais do que o esperado e finalizou em 11º, pautado na estratégia. Alonso conseguiu economizar borracha, sabendo que seu carro era lento em reta, não se defendeu nem se opôs a nenhuma ultrapassagem para não desgastar os pneus, no fim quase chega aos pontos. Já Jenson Button teve que assistir a corrida dos boxes.
  
Force India Mercedes-Benz: A equipe indiana parece gostar do circuito de Sakhir, sempre andou bem lá. Esse ano os pilotos do time tiveram um desempenho diferente na classificação e na corrida. Nicolas Hukenberg que foi muito bem no sábado, indo ao Q3 e largando na oitava colocação. Na corrida o piloto alemão largou bem, mas estranhamente foi perdendo desempenho e não conseguiu pontuar. Já Sergio Perez que ficou no Q2, fez uma ótima corrida. Foi consistente e conseguiu controlar bem o desgaste dos pneus, algo fundamental para que o mexicano chegasse aos pontos.

Toro Rosso Renault: A equipe de Faenza ficou zerada nessa corrida. Após uma boa classificação, Carlos Sainz Júnior não apresentou o mesmo desempenho na corrida. Após um problema mecânico abandonou. Já Max Verstappen teve um final de semana decepcionante, mal na classificação. Mais uma vez abandonou por problemas no motor Renault. 

Lotus Mercedes-Benz: O time inglês evolui a cada corrida. Mas enquanto Romain Grosjean pontua novamente, e faz todo o possível dentro dos limites do carro. Pastor Maldonado é o último do campeonato. O venezuelano errou seu o ponto de largada e acabou punido com 5 segundos. Entretanto, fazia uma corrida aguerrida, ao seu estilo, bonita de ver. Fez várias ultrapassagens, mas os problemas mecânicos também o perseguem, nada está dando certo para o Pastor até o momento...

Manor Ferrari: A equipe conseguiu solucionar os problemas de confiabilidade. Largaram e terminaram a corrida barenita sem problemas. Will Stevens tem sido melhor que Roberto Merhi na briga particular entre os dois.

Sauber Ferrari: A equipe suíça ficou longe de pontuar dessa vez. Marcus Ericsson se posicionou melhor depois da largada e fazia uma ótima corrida, provavelmente, chegaria aos pontos, mas uma desastrada parada nos boxes ceifou suas chances. Já Felipe Nasr perdeu algumas posições, fez algumas boas ultrapassagens, mas Sauber também não trabalhou bem em suas paradas. Teve remar novamente, enfim teve bons momentos contra Massa e Hulkenberg.




Resultado Final:

01º. # 44 - Lewis Hamilton (ENG/Mercedes-Benz); 1:35.05.869 (57 voltas)
02º. # 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari); +3.380
03º. # 6 - Nico Rosberg (GER/Mercedes-Benz); +6.033
04º. # 77 - Valtteri Bottas (FIN/Williams Mercedes-Benz); +42.957                   
05º. # 5 - Sebastian Vettel (GER/Ferrari); +43.989     
06º. # 3 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull Renault); +1:01.751
07º. # 8 - Romain Grosjean (FRA/Lotus Mercedes-Benz); +1:24.763
08º. # 11 - Sérgio Pérez (MEX/Force India Mercedes-Benz); +1 volta
09º. # 26 - Daniil Kvyat (RUS/Red Bull Renault); +1 volta +1 volta
10º. # 19 - Felipe Massa (BRA/Williams Mercedes-Benz); +1 volta

Não Pontuaram:

11º. # 14 - Fernando Alonso (SPA/McLaren Honda); +1 volta
12º. # 12 - Felipe Nasr (BRA/Sauber Ferrari); +1 volta
13º. # 27 - Nico Hulkenberg (GER/Force India Mercedes-Benz); +1 volta
14º. # 9 - Marcus Ericsson (SWE/Sauber Ferrari); +1 volta
15º. # 13 - Pastor Maldonado (VEN/Lotus Mercedes-Benz); +1 volta
16º. # 28 - Will Stevens (ENG/Manor Ferrari); +2 voltas
17º. # 98 - Roberto Merhi (SPA/Manor Ferrari); +3 voltas

Não Completaram:

18º. # 33 - Max Verstappen (NED/Toro Rosso Renault);
19º. # 55 - Carlos Sainz Júnior (SPA/Toro Rosso Renault);

Não Largou:

20º. # 22 - Jenson Button (ENG/McLaren Honda);
 
Melhor Volta:

# 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari); 1:36.511 (volta 42).
    
Fontes:

http://grandepremio.uol.com.br/ultimas-noticias
http://www.auto-motor-und-sport.de/formel-1-606153.html
http://www.formula1.com/content/fom-website/en.html

terça-feira, 21 de abril de 2015

Classificação do Campeonato IndyCar Series após a 3ª etapa de 2015.

Vencedor em Long Beach.

01º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - Chevrolet, 119 Pontos; (=) Posição
02º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - Chevrolet, 116; (=)
03º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - Chevrolet, 93; (+2)
04º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - Chevrolet, 87; (+11)
05º. # 5 - James Hinchcliffe (CAN) Schmidt Peterson - Honda, 83; (-1)
06º. # 1 - Will Power (AUS) Penske - Chevrolet, 80; (-3)
07º. # 22 - Simon Pagenaud (FRA) Penske - Chevrolet, 73; (+3)
08º. # 11 - Sebastien Bourdais (FRA) KV - Chevrolet, 66; (+4)
09º. # 67 - Josef Newgarden (USA) CFH - Chevrolet, 66; (+2)
10º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - Honda, 62; (-3)
11º. # 27 - Marco Andretti (USA) Andretti - Honda, 61; (+3)
12º. # 26 - Carlos Muñoz (COL) Andretti – Honda, 56; (+4)
13º. # 7 - James Jakes (ENG) Schmidt Peterson - Honda, 54; (-5)
14º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - Honda, 51; (-1)
15º. # 20 - Luca Filippi (ITA) CFH - Chevrolet, 50; (-6)
16º. # 41 - Jack Hawksworth (ENG) AJ Foyt - Honda, 48; (+1)
17º. # 25 - Simona de Silvestro (SWI) Andretti – Honda, 44; (-11)
18º. # 98 - Gabby Chaves (COL) Bryan Herta - Honda, 42; (=)
19º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 40; (=)
20º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - Honda, 37; (=)
21º. # 4 - Stefano Coletti (MCO) KV - Chevrolet, 30; (=)
22º. # 8 - Sage Karam (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 23; (=)
23º. # 19 - Francesco Dracone (ITA) Dale Coyne - Honda, 23; (+1)
24º. # 18 - Carlos Huertas (COL) Dale Coyne - Honda, 20; (-1)
25º. # 8 - Sebastian Saavedra (COL) Chip Ganassi - Chevrolet, 20
26º. # 18 - Conor Daly (USA) Dale Coyne - Honda, 13

Fonte:
http://www.indycar.com/

Corrida: GP de Long Beach 2015. Ganassi dá o troco!


          Se na corrida da IndyCar em NOLA na semana passada, sobraram bandeiras amarelas, em Long Beach tivemos apenas uma, causada por um pedaço do aerofólio dianteiro do carro de Gabby Chaves que ficou pela pista, em um ponto perigoso. Essa bandeira amarela demorou mais que o devido, pois o pelotão de trás foi para os boxes, e dois pilotos tiveram problemas. Os carros de Filippi e Power morreram na entrada do pit lane. O que acabou atrasando o reinicio da corrida.



          Bem antes, na largada, Hélio que partia da Pole Position fez uma linha defensiva para se proteger do ataque do Juan Pablo Montoya, mas o piloto do carro # 2 da Penske acabou deixando muito espaço para Scott Dixon da Chip Ganassi que fez uma bela ultrapassagem por fora sobre o colombiano. Mesmo com apenas uma bandeira amarela a corrida não foi lá muito emocionante. Poucas trocas de posição, em uma delas, Simon Pagenaud surpreendeu o Montoya e foi para o terceiro lugar, isso logo após a primeira parada nos boxes. No pelotão de trás, as paradas nos boxes é que embaralhava um pouco as posições.



          Hélio seguiu na liderança até a segunda parada nos boxes. Dixon e Juan Pablo  pararam primeiro, na volta seguinte, quando os mecânicos de Castroneves terminaram o trabalho em seu carro, o piloto brasileiro perdeu tempo, pois teve que esperar a entrada de Tony Kanaan logo a sua frente nos pits. Assim, Dixon assumiu a liderança para não mais perdê-la. Pagenaud conseguiu voltar a frente de Montoya, mas com os pneus mais aquecidos, o colombiano recuperou a posição em cima do companheiro de Penske.



          No fim, ainda houve forte a pressão de Simon Pagenaud em cima de Montoya pelo terceiro lugar. Entretanto, o piloto colombiano se defendeu como pôde e garantiu mais um pódio, além de manter a liderança do campeonato. Tony Kanaan com a outra Ganassi fechou o Top 5.



Resultado Final:

01º. # 9 - Scott Dixon (NZL) Chip Ganassi - Chevrolet, 80 voltas
02º. # 3 - Hélio Castroneves (BRA) Penske - Chevrolet, 80
03º. # 2 - Juan Pablo Montoya (COL) Penske - Chevrolet, 80
04º. # 22 - Simon Pagenaud (FRA) Penske - Chevrolet, 80
05º. # 10 - Tony Kanaan (BRA) Chip Ganassi - Chevrolet, 80
06º. # 11 - Sebastien Bourdais (FRA) KV - Chevrolet, 80
07º. # 67 - Josef Newgarden (USA) CFH - Chevrolet, 80
08º. # 27 - Marco Andretti (USA) Andretti - Honda, 80
09º. # 26 - Carlos Muñoz (COL) Andretti – Honda, 80
10º. # 8 - Sebastian Saavedra (COL) Chip Ganassi - Chevrolet, 80  
11º. # 15 - Graham Rahal (USA) RLL - Honda, 80
12º. # 5 - James Hinchcliffe (CAN) Schmidt Peterson - Honda, 80
13º. # 28 - Ryan Hunter-Reay (USA) Andretti - Honda, 80
14º. # 41 - Jack Hawksworth (ENG) AJ Foyt - Honda, 80
15º. # 83 - Charlie Kimball (USA) Chip Ganassi - Chevrolet, 80 
16º. # 98 - Gabby Chaves (COL) Bryan Herta - Honda, 80
17º. # 18 - Conor Daly (USA) Dale Coyne - Honda, 80
18º. # 14 - Takuma Sato (JPN) AJ Foyt - Honda, 80
19º. # 7 - James Jakes (ENG) Schmidt Peterson - Honda, 80
20º. # 1 - Will Power (AUS) Penske - Chevrolet, 79
21º. # 19 - Francesco Dracone (ITA) Dale Coyne - Honda, 78
22º. # 20 - Luca Filippi (ITA) CFH - Chevrolet, 77
23º. # 4 - Stefano Coletti (MCO) KV - Chevrolet, 69


Fontes:
http://www.indycar.com/
http://continental-circus.blogspot.com.br/

Vídeos: Iceman sendo Iceman...



Fonte:
David Tabidze

domingo, 19 de abril de 2015

Classificação: GP do Bahrein 2015...


        Chegamos ao Bahrein, para a primeira corrida noturna da temporada. E eis que temos a quarta Pole Position seguida de Lewis Hamilton que segue soberano. Sebastian Vettel novamente conseguiu colocar sua Ferrari entre os carros da Mercedes-Benz e sai ao lado de Hamilton. O outro prateado Nico Rosberg, divide a segunda fila com a outra Ferrari de Kimi Raikkonen. O Iceman está só batendo na trave, uma hora ele acerta...   

        Na disputa entre os pilotos da Williams, Valtteri Bottas foi melhor e ficou com o quinto lugar, Massa em sexto. Daniel Ricciardo que está fazendo das tripas coração com essa Red Bull e com esse motor Renault, conseguiu um ótimo sétimo lugar. Nicolas Hulkenberg voltou a aparecer bem. O piloto alemão que foi mal na China, se recuperou e levou a Force India pela primeira vez ao Q3. Carlos Sainz Júnior foi muito melhor que seu badalado companheiro de Toro Rosso. O espanhol larga em nono na frente de Romain Grosjean da Lotus.



         Outro destaque, a McLaren Honda que pela primeira vez em 2015 foi ao Q2 com Fernando Alonso. Por outro lado, Jenson Button só teve problemas no Bahrein e nem chegou a abrir volta rápida no Q1. O Lord inglês largará em último. Chama a atenção o desempenho muito superior de Will Stevens da Manor comparado com o de seu companheiro de equipe Roberto Merhi.

          No ano passado a corrida foi muito boa, como será esse ano? Mercedes versus Ferrari?
       


Grid Provisório de Largada:

Q3:

01º. # 44 - Lewis Hamilton (ENG/Mercedes-Benz); 1:32.571
02º. # 5 - Sebastian Vettel (GER/Ferrari); 1:32.982 +0.411
03º. # 6 - Nico Rosberg (GER/Mercedes-Benz); 1:33.129 +0.558 
04º. # 7 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari); 1:33.227 +0.656
05º. # 77 - Valtteri Bottas (FIN/Williams Mercedes-Benz); 1:33.381 +0.810
06º. # 19 - Felipe Massa (BRA/Williams Mercedes-Benz); 1:33.744 +1.173
07º. # 3 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull Renault); 1:33.832 +1.261
08º. # 27 - Nico Hulkenberg (GER/Force India Mercedes-Benz); 1:34.450 +1.879
09º. # 55 - Carlos Sainz Júnior (SPA/Toro Rosso Renault); 1:34.462 +1.891
10º. # 8 - Romain Grosjean (FRA/Lotus Mercedes-Benz); 1:34.484 +1.913


Q2:

11º. # 11 - Sérgio Pérez (MEX/Force India Mercedes-Benz); 1:34.704 +2.133
12º. # 12 - Felipe Nasr (BRA/Sauber Ferrari); 1:34.737 +2.166
13º. # 9 - Marcus Ericsson (SWE/Sauber Ferrari); 1:35.034 +2.463
14º. # 14 - Fernando Alonso (SPA/McLaren Honda); 1:35.039 +2.468
15º. # 33 - Max Verstappen (NED/Toro Rosso Renault); 1:35.103 +2.532

Q1:

16º. # 13 - Pastor Maldonado (VEN/Lotus Mercedes-Benz); 1:35.677 +3.106
17º. # 26 - Daniil Kvyat (RUS/Red Bull Renault); 1:35.800 +3.229
18º. # 28 - Will Stevens (ENG/Manor Ferrari); 1:38.713 +6.142
19º. # 98 - Roberto Merhi (SPA/Manor Ferrari); 1:39.722 +7.151
20º. # 22 - Jenson Button (ENG/McLaren Honda);


Fontes:

http://grandepremio.uol.com.br/f1/ultimas-noticias
http://www.auto-motor-und-sport.de